Please update your Flash Player to view content.

A decoração das casas tem feito os fabricantes cada vez mais elaborarem coisas diferentes para diversos gostos. Pensando na decoração do teto de sua casa, foi inventado o tal do forro de PVC, já não é de hoje que o forro de PVC vem deixando sua casa com uma aparência mais elegante, bonita, com visual moderno sem fazer um rombo em seu orçamento.

PVC é a sigla inglesa de “Polyvinyl chloride” que em português significa Policloreto de polivinila (ou policloreto de vinil), um plástico também conhecido como vinil. O PVC é obtido através de uma combinação de etileno e cloro. É um produto classificado como versátil devido à possibilidade de se acrescentar determinados aditivos (plastificantes, estabilizantes, lubrificantes, pigmentos, espumantes etc.) que são incorporados antes da transformação no produto final. A escolha de aditivos atóxicos permite a fabricação de brinquedos e produtos da indústria farmacêutica como, por exemplo, mangueiras para sorologia, bolsas de sangue etc.

O PVC é amplamente aplicado em setores da construção civil (canos, conexões, fios etc.), materiais de embalagens (filmes protetores de alimentos, frascos para usos diversos, garrafas de água mineral, materiais de higiene e limpeza etc.), como também na indústria de calçados.

O forro de PVC deixa você tranquila em relação as temíveis goteiras, escondendo toda a fiação, sem deixar sua casa quente, deixando-a mais arejada. Os tipos de forros de PVC são variados e os preços também, o melhor mesmo quando você decidir colocar o forro em sua casa, escritório ou comércio é solicitar seu orçamento aqui na GB Forros de PVC.

O PVC - Policloreto de Vinila, é um produto de grande versatilidade e que está mais presente no nosso dia-a-dia do que podemos imaginar. Suas propriedades, características e relação custo/benefício combinados, revelam suas potencialidades de aplicação, tornando-o um produto de extrema importância para a indústria mas, sobretudo, para a humanidade. A principal matéria-prima do PVC é o sal marinho, recurso renovável na natureza.

A partir dele se obtém o cloro, que representa 57%, em peso, do PVC. Os 43% restantes são obtidos a partir do petróleo, utilizado na forma de eteno. Entretanto, deve-se destacar que o Brasil possui tecnologia pra sua obtenção a partir do álcool da cana-de-açúcar, tornando-se também um recurso renovável e, por conseguinte, inesgotável.

Devido a essa baixa dependência do petróleo, o PVC consome apenas 0,3% do petróleo extraído no mundo, índice bem pequeno na medida que é um dos 3 plásticos mais utilizados. Para efeito de comparação, todos os polímeros juntos totalizam 4%, enquanto que 86% é destinado para climatização, transporte e geração de energia, se constituindo em aplicações pouco racionais, considerando-se que o petróleo é escasso e as reservas mundiais devem se esgotar em breve.

No caso do PVC, cujo processo de produção é eletro-intensivo, há uma outra vantagem ambiental importante. À água, abundante no país, é largamente utilizada em usinas hidrelétricas para gerar energia limpa, aplicada também na fabricação do PVC. Essas constatações, por si só, já credencia o PVC como um plástico que atende a um dos requisitos básicos do Desenvolvimento Sustentável.

PVC, um plástico 100% reciclável.

 

Estatísticas 

Hoje90
Ontem192
Esta Semana847
Este Mês3895
Total102233

Visitor IP : 54.225.59.242 Visitor Info : Unknown - Unknown Sábado, 23 Setembro 2017 15:02

Promoções & Ofertas

Bloco e Telha de Vidro

Scroll to top